Duro Com Os Fatos e Manso Com As Pessoas

Abrir mão de apontar os erros e corrigir os rumos da equipe quando não estiverem fazendo o que é necessário ou da maneira mais acertada pode repercutir negativamente nos resultados.

E dar este feedback também pode gerar resistência e até desmotivação, fazendo com que, muitas vezes, a pessoa se desconecte dos objetivos.

Os lideres orientados somente (ou quase) para os resultados, priorizam atingir os objetivos, por vezes a qualquer custo, sem preocupação com as necessidades, expectativas e motivação das pessoas.

Por outro lado, orientar-se apenas para as pessoas, pode desfocar os lideres dos resultados, fazendo com que não se debrucem o necessário aos objetivos necessários a manutenção e evolução dos negócios.

O equilíbrio entre o foco nos objetivos a serem alcançados e a qualidade dos  relacionamentos com as pessoas deve ser perseguido, para que os resultados sejam atingidos através de pessoas cada vez mais engajadas e comprometidas. Essa desafiante equação será responsável pela sustentabilidade de qualquer empreendimento.

Resultados sem real comprometimento das equipes podem não ser sustentáveis por muito tempo, fazendo o castelo ruir em pouco tempo.

A reflexão sobre este tema pode fazer com que você sinta-se mais a vontade para dizer o que é preciso para corrigir a rota de sua equipe sem comprometer os resultados.

 

Seja duro com os fatos

 

Diga o que é preciso ser dito para contribuir com a performance de seu time, você não pode abrir mão disso, faz parte de seu papel. Foque nos fatos que são necessários serem abordados, por exemplo: “que relatório foi entregue com atraso de 2 dias e sem os gráficos coloridos que foi combinado”.

noticia_92593

Aponte apenas o fato que não aconteceu como esperado, pois contra fatos não há argumentos, mas é fundamental ater-se ao comportamento que tenha sido inadequado.

 

Manso com as pessoas

Ao abordar esta mesma situação, desqualificando a pessoa como desorganizada ou descompromissada por exemplo, a pessoa será afetada e isso será duro com ela e não com seu comportamento.

 

E na verdade o que interessa não é discutir a desqualificação, mas sim, que a pessoa entenda o fato que precisa ser feito de forma mais adequada, das atividades que precisam ser melhor realizadas.

 

Falar sobre os fatos diminui as emoções e a possibilidade de excessos na maneira de se comunicar.

 

Duro com os fatos e manso com as pessoas

 Esta pode ser uma frase de knockout que o alertará para o posicionamento que deve tomar frente a estas situações.

As vezes nos pegamos mais orientados para um lado ou para outro. O antídoto para o equilíbrio é tomar consciência de que o foco apenas nos resultados ou somente nas pessoas não gera resultados que se sustentam pelo tempo necessário ou desejado. Portanto, seja firme com o que é necessário ser realizado mas com empatia com sua equipe.

 

Assista o vídeo Gratuito “Como Desenvolver Pessoas Através do Feedback Utilizando 6 Simples Passos!

Um Abraço.

Sobre PAULO ROBERTO DE SOUZA

"Master Coach Executivo. Autor do livro “A Nova Visão do Coaching na Gestão por Competências. Trainer em desenvolvimento pessoal e Formador de Coaches. Fundador da You Can Be Coaching e Gestão Corporativa em 1992."